• Densitometria Óssea


    O que é?

    É um estudo em que se avalia a perda de massa óssea e o grau de Osteoporose.

    Como é feito?

    É realizado em um aparelho que mede a massa e a resistência óssea, dimensionando o risco de fratura.
    É tranqüilo, indolor e seguro. O paciente fica deitado confortavelmente sobre a mesa do aparelho durante aproximadamente 20 minutos.
    Geralmente são feitas capturas de imagens do fêmur e da coluna lombar de frente.
    Podendo ainda ser realizada, conforme indicação médica, capturas de imagens no antebraço e no corpo inteiro.

    Recomendações ao paciente

    Evitar o uso de roupas que tenha botões, zíper ou fivelas de metal.
    Não ingerir cálcio 48 horas antes do exame.
    Não tomar contraste 72 horas antes do exame (contraste para RX, Tomografia e Cintilografia Óssea).
    Trazer exames anteriores de Densitometria ou Rx de coluna lombar.

  • Eco Stress


    O que é?

    É uma modalidade especial do exame de ecocardiograma. O Eco Stress possibilita o estudo do desempenho da função do músculo cardíaco sob stress, mostrando a existência de obstrução das artérias coronárias.

    Como é feito?

    O exame é feito em duas fases:

    1. Repouso: São feitas imagens do coração do paciente em repouso através de ultra-som. Estas imagens são armazenadas digitalmente.

    2. Stress - Fase do estímulo: O coração é estimulado com o uso de dois medicamentos (a dobutamina e a atropina) para que a freqüência do batimento seja aumentada. É usado inicialmente uma dose muito pequena do medicamento (durante a qual o paciente nada sente) e a cada três minutos, aumenta-se um pouco a sua dose. O paciente percebe que gradativamente o coração começa a bater mais rapidamente. Quando se atinge a freqüência esperada, interrompe-se a infusão do medicamento e em poucos minutos o coração volta a bater na mesma freqüência do repouso.
    As imagens são gravadas a todo momento para serem posteriormente comparadas com o repouso.
    As doses dos medicamentos e a freqüência a ser atingida durante o exame são individualizadas para cada paciente (baseados em sua idade e peso corporal).
    Os medicamentos utilizados causam nenhum ou muito pouco desconforto, sendo muito bem tolerado pelos pacientes e são altamente seguros.

    Recomendações ao paciente

    Informar os medicamentos de uso contínuo na hora da marcação do exame.
    Jejum de 4 horas para a realização do exame.
    Estar com acompanhante para a realização do exame.

  • Eco Transesofágico


    O que é?

    É uma modalidade especial do exame de ecocardiograma. O Eco Transesofágico amplia a atuação do ecocardiograma, possibilitando o estudo de estruturas cardiovasculares como a auriculeta esquerda e aorta torácica. Permite a obtenção de imagens de alta nitidez destas estruturas em todos os pacientes, até mesmo naqueles em que se tem dificuldade em examinar através do ecocardiograma. O Eco Transesofágico complementa o ecocardiograma pela possibilidade de investigar locais inacessíveis anteriormente com imagens de alta qualidade.

    Como é feito?

    O exame utiliza-se de uma sonda endoscópica de ultra-som, semelhante à da endoscopia digestiva, onde se tem a captura de imagens do coração. É um exame simples de resultado imediato. É feito uma anestesia local, para minimizar o incômodo da penetração desta sonda.

    Recomendações ao paciente

    É necessário que o paciente informe se é alérgico a algum tipo de medicamento.
    É necessário que o paciente permaneça em jejum pelo menos quatro horas antes da realização do exame.

  • Ecocardiograma


    O que é?

    É um exame não invasivo onde as imagens do coração são obtidas através do princípio do ultra-som, que permitem a avaliação de dados anatômicos além de seus aspectos funcionais. Ultra-som é a onda sonora com freqüências superiores a 20.000 ciclos por segundo (Hz), acima dos níveis de audibilidade humana.
    O ecocardiograma é um exame complementar usado em cardiologia para a avalição global do coração.

    Como é feito?

    Para o diagnóstico médico são utilizados transdutores, que geram ondas de ultra-som de alta freqüência e posteriormente captam a reflexão destas ondas.
    No exame de ecocardiograma o médico cardiologista, especializado em imagem, manipula o transdutor na parede torácica do paciente, direcionando os feixes de ultra-som para a região do coração em que se deseja efetuar o estudo. A reflexão dos feixes de ultra-som acontece em cada uma das estruturas cardíacas. As ondas refletidas, chamadas de "ecos", são captadas pelo mesmo transdutor possibilitando a construção de uma imagem desta estrutura.
    Sem risco de lesão provocada pela onda sonora, este exame pode ser repetido inúmeras vezes, sendo um dos exames mais aplicados pela cardiologia atual.

    Recomendações ao paciente

    Para pacientes adultos não é necessário nenhum preparo à realização deste exame.
    No caso de crianças com idade inferior a quatro anos recomenda-se o jejum cinco horas antes do horário programado para o exame.

  • Mamografia Digital


    O que é?

    A mamografia é o exame das mamas para a prevenção do câncer de mama e é também um método diagnóstico. O exame de mamografia é obtido através de um aparelho chamado mamógrafo, que emite pequenas doses de raio-x. O objetivo deste exame é detectar o cancêr mamário ainda precoce quando ele ainda não é palpável pelo exame médico ou pelo auto-exame feito pela mulher.
    Com a MAMOGRAFIA DIGITAL tem-se melhor definição de imagem, permitindo o diagnóstico do câncer de mama muito mais precoce.

    Como é feito?

    A paciente posiciona-se no mamógrafo, e a mama é comprimida para que seu achatamento mantenha a mama imóvel e possibilite a exposição aos raio-x e a uniformização dos tecidos, gerando uma imagem que mostrará todo o tecido mamário e também a axila. O exame é rápido, os benefícios proporcionados pelo exame são muito significativos.

    Recomendações ao paciente

    A paciente deverá informar se estiver sentindo alguma dor, provocada pela compressão das mamas.
    Durante a exposição a paciente deverá permanecer imóvel, prendendo a respiração, evitando dessa maneira possíveis distorções na imagem.
    Marcar de preferência depois da menstruação (no período pré-menstrual pode ser dolorosa).
    Importante trazer mamografias (radiografias) anteriores.
    Grávidas não deverão realizar este exame.

  • Mamotomia


    O que é?

    A mamotomia é um método de diagnóstico onde se retira o tecido (biópsia) a ser estudado através de uma agulha com a aplicação de vácuo. Devido à pequena incisão, as marcas deixadas após o exame quase são imperceptíveis.

    Como é feito?

    Os fragmentos a serem analisados são aspirados com apenas uma pequena incisão(corte) na mama. Diferente de outros métodos de biópsia, a grande vantagem da mamotomia é que a agulha é inserida uma única vez, permanecendo dentro da mama durante todo procedimento, retirando-se todos os fragmentos sem a necessidade de novas inserções. As imagens geradas pela mamografia ou ultra-som atuam como guia para este método. A mamotomia permite a retirada de grande quantidade de fragmentos melhorando a acurácia do diagnóstico e evitando-se assim cirurgias desnecessárias.

    Recomendações ao paciente

    Os fragmentos a serem analisados são aspirados com apenas uma pequena incisão(corte) na mama. Diferente de outros métodos de biópsia, a grande vantagem da mamotomia é que a agulha é inserida uma única vez, permanecendo dentro da mama durante todo procedimento, retirando-se todos os fragmentos sem a necessidade de novas inserções. As imagens geradas pela mamografia ou ultra-som atuam como guia para este método. A mamotomia permite a retirada de grande quantidade de fragmentos melhorando a acurácia do diagnóstico e evitando-se assim cirurgias desnecessárias.

  • Raio-X Digital


    O que é?

    O sistema de Raio-X Digital trouxe mais qualidade e precisão da imagem gerada por raio-X principalmente mais saúde ao paciente devido a menor exposição a radiação ionizante.
    Os problemas comuns na manipulação e processamento de filmes convencionais são minimizados com o sistema de Raio-X Digital, reduzindo desta forma o tempo de realização dos exames e eventuais repetições na aquisição de imagens pois, o sistema digital permite ajustes na imagem captada contribuindo também para uma menor exposição do paciente ao raio-X.
    O sistema de Raio-X Digital permite ainda o arquivamento de exames possibilitando o estudo comparativo entre exames anteriores e atuais, auxiliando o Médico na definição e no acompanhamento de quadros clínicos.

    Como é feito?

    O paciente posiciona-se diante ou sob o aparelho de raio-x acompanhado da orientação de um técnico. É emitido raio-x na região a ser estudada e ao mesmo tempo os raio-x são captados em uma placa especial, que será processada digitalmente formando a imagem da área de estudo. Esta imagem poderá ser gravada em cd-rom ou impressa em filme fotográfico. No sistema digital a imagem gerada é armazenada em cd-rom, que através de software específico pode-se obter a visualização, mensuração, ampliação e manipulação desta imagem auxiliando o Médico a obter maior precisão em seu diagnóstico e mais comodidade ao paciente em seu transporte devido ao tamanho do cd-rom em relação ao filme convencional.

    Recomendações ao paciente

    RX SIMPLES: não há preparo, (Rx seios da face, tórax, cavum, articulações e etc..), salvo em casos específicos em que o médico solicita no pedido médico a realização do preparo para a execução do exame. Dúvidas entre em contato com a clínica.
    RX CONTRASTADO: Entrar em contato com a clínica para se retirar o folheto explicativo do preparo necessário para a realização do exame.

  • Ressonância Magnética


    O que é?

    A ressonância magnética é um diagnóstico por imagem que utiliza-se de um potente magneto e ondas de rádio-freqüência que produzem imagens de estruturas e dos órgãos internos do corpo. Permitindo observar, de qualquer ângulo, o interior do corpo com muito mais clareza e grande quantidade de informações, evitando-se a cirurgia exploratória.

    Como é feito?

    O exame é realizado em uma área protegida de campos magnéticos externos. É necessário que o paciente não possua nenhum tipo de implante ou prótese metálica, marcapasso, válvula cardíaca artificial ou qualquer outro objeto metálico/magnético no corpo, devido ao grande campo magnético gerado pelo aparelho de ressonância magnética.
    O paciente deita-se sobre a mesa do aparelho, seguindo as orientações de um técnico, onde irá deslizar-se para dentro do túnel deste aparelho. É criado um campo magnético e em seguida é emitido ondas de rádio direcionadas para o órgão a ser estudado. As imagens geradas são captadas e armazenadas digitalmente. Alguns exames de ressonância magnética exigem a administração de contraste - líquido que acentua as imagens dos órgãos e vasos sangüíneos, sendo eliminado pelo corpo através da urina.
    O campo magnético e a radiação não são sentidos. Não há dor. Algumas pessoas podem sentir claustrofobia enquanto estão dentro do túnel do aparelho. Se o paciente sentir frio, ele poderá solicitar um cobertor. O paciente recebe protetores de ouvidos pois a emissão de ruídos e zumbidos são intensos.
    Durante todo o exame, o paciente é observado e acompanhado por um técnico. A movimentação excessiva pode distorcer as imagens da ressonância magnética. Caso o paciente tenha dificuldade em permanecer imóvel, poderá receber um sedativo. Não é necessário um período de recuperação (a menos que o paciente tenha sido sedado). Após uma ressonância magnética, o paciente pode retomar à vida normal.

    Recomendações ao paciente

    Não é permitido nenhum tipo de objeto metálico/magnético na sala de exame, devido ao campo magnético.
    Informar ao médico ou técnico especialista em ressonância o uso de marcapasso, clipes cirúrgicos, próteses, implantes metálicos ou qualquer outro objeto metálico em seu corpo.
    Comunicar quando o paciente necessitar de sedação ou anestesia.
    É necessário que o paciente informe se é alérgico a algum tipo de medicamento.
    Permanecer imóvel durante o exame.
    É muito importante que o paciente traga exames anteriores da região do corpo em que será realizado o exame de ressonância ( USG, RX, Ressonância, Tomografia).

  • Tomografia Computadorizada


    O que é?

    A tomografia computadorizada multi-slice 64 (TC-MS) é um dos métodos de diagnóstico por imagem mais seguros e confiáveis atualmente. É simples, rápida e indolor. O aparelho gira os emissores de raio-x em volta do paciente fazendo radiografias transversais do corpo, que são convertidas pelo computador, gerando as imagens digitais chamadas de 'cortes tomográficos'. A TC-MS constrói a estrutura do corpo e os órgãos internos a partir destes cortes tomográficos, possibilitando a visualização com grande precisão e confiabilidade.
    As imagens geradas pela TC-MS permitem a construção tridimensional da área em estudo, tornando possível o estudo de áreas superpostas. Ex: uma TC-MS de coração possibilita que o médico possa visualizar e navegar pelas artérias, fazendo um diagnóstico com maior precisão.

    Como é feito?

    O paciente deita-se sobre a mesa do aparelho sob orientação do médico e/ou técnico, permanecendo-se imóvel, e ao mesmo tempo em que a mesa se desloca para o túnel do aparelho, os emissores de raio-x giram em alta velocidade, radiografando a área de estudo.
    As imagens captadas são processadas pelo computador que possibilitará a visualização, tanto dos cortes tomográficos quanto a imagem tridimensional da área em estudo. Em alguns exames de TC-MS faz-se necessário o uso de medicamento, chamado de contraste, para deixar a visualização mais clara e precisa

    Recomendações ao paciente

    Dirigir-se à clínica para retirar o preparo para o exame.
    Ficar 4 horas em jejum antes do exame, água somente para tomar o medicamento.
    Trazer exames anteriores como: Rx, Ultrasonografia, Tomografia, Ressonância Magnética, etc.
    Pacientes alérgicos a IODO, frutos do mar, peixe, ou DIABÉTICOS, deverão consultar a clínica para as devidas orientações.
    Comunicar a clínica quando o paciente necessitar de sedação ou anestesia.
    Chegar 2h30min antes do exame de abdômen total, abdômen superior e pelve.
    Comunicar a clínica com antecedência caso o paciente tenha histórico de alergia para que possa ser orientado quanto ao procedimento para a execução do exame.

  • Ultra-Sonografia


    O que é?

    A ultra-sonografia é método de diagnóstico por imagem usada para reproduzir imagens dos órgãos internos, tecidos, rede vascular e fluxo sangüíneo através do ultra-som.
    Ultra-som é a onda sonora com freqüências superiores a 20.000 ciclos por segundo (Hz), acima dos níveis de audibilidade humana.
    O equipamento chamado de transdutor envia ondas sonoras até a área a ser estudada, que as reflete para o transdutor novamente e depois são convertidas em imagens bidimensionais. A captação dessas imagens são em tempo real, mostrando instantâneamente a posição dos órgãos internos e tecidos e o fluxo sangüíneo. A ultra-sonografia é utilizada para o diagnóstico e acompanhamento de doenças e em procedimentos cirúrgicos.

    Como é feito?

    É um exame simples, rotineiro e sem dor. No Brasil, somente os médicos podem realizar a ultra-sonografia. Sob orientação médica, o paciente posiciona-se sobre a cama e recebe um gel condutor na área de estudo para melhorar a captação da imagem pelo transdutor. A imagem formada pelo aparelho de ultra-sonografia é mostrada no monitor em tempo real, que é armazenada digitalmente após o exame.

    Recomendações ao paciente

    Usar roupa confortável.
    Seguir todas as instruções médicas.
    Evitar comer ou ingerir bebida com gás antes do exame abdominal pois isto pode provoca gases.

  • Ultra-Sonografia 3D e 4d


    O que é?

    É uma modalidade especial do exame de ultra-sonografia.
    A Ultra-sonografia 3D e 4D possibilita a captação de imagens tridimensionais (3D) em tempo real (4D) permitindo que sejam vistos a face e as expressões do feto durante a gestação. É um exame complementar, que pode ser realizado em qualquer período de gestação, sendo o período ideal entre a 20a. e 28a. semana onde se tem maior volume de líquido amniótico que facilita o exame. O número de exames a ser realizado é determinado pelo médico e pela paciente.

    Como é feito?

    É um exame simples e sem dor. No Brasil, somente os médicos podem realizar a ultra-sonografia. Sob orientação médica, o paciente posiciona-se sobre a cama e recebe um gel condutor na área de estudo para melhorar a captação da imagem pelo transdutor. A anatomia do feto é analisada em tempo real através de um monitor e as imagens captadas durante o exame são armazenadas digitalmente, após o exame.

    Recomendações ao paciente

    Usar roupa confortável.
    Seguir todas as instruções médicas.

  • Resultados de Exames

    Acompanhe neste link os resultados dos exames, agilidade e compromisso com o cliente Ultramed.

    Veja
  • Sistema Mediview Web

    A Ultramed oferece as soluções mais modernas em medicina e saúde, acesse agora mesmo.

    Veja
  • Convênios

    Conheça aqui a lista de convênios da Ultramed, facilitando ainda mais o seu caminho até o resultado.

    Veja